Pesquisar

Ministérios

Login

Usuário:

Senha:


Esqueceu a senha?

Internauta, siga-nos!

Faça um postSiga-nos no TwitterSiga-nos no Twitter

Usuarios on-line

4 visitantes online (1 na seção: Conteudo Exclusivo)

Usuários: 0
Visitantes: 4

mais...
Conteudo Exclusivo > Estudos Bíblicos > Doutrinas > Mordomia do Calice Transbordante

Mordomia do Calice Transbordante

Publicado por Oseas em 06/10/2011 (1541 leituras)
A mordomia do cálice transbordante
Salmo 23:1-6
Introdução
Há uma história de um grande homem, um doutor na sua área, relata em um artigo que publicou em ele havia escrito para uma professora da sua infância, agradecendo a ela por ter-lhe ensinado o amor à poesia.

Ela escreveu de volta e disse “Eu quero que você saiba o quanto a sua carta significa para mim. Já estou velha, com mais de 80 anos de idade, vivendo a sós num pequeno aposento. Eu lecionei por 50 anos, mas em todo este tempo, a sua é a primeira carta de apreciação que tenho recebido”.
Será que esta é uma característica da nossa era? Nunca um povo tem recebido tanto, e tem sido tão ingrato.

Um poeta britânico escreveu a seguinte oração: “Senhor, tu tens nos dado tanto! Dá-nos uma coisa mais.... Um coração grato!”.

Certamente o salmista Davi não teve a necessidade de fazer esta oração. Já na sua velhice ele olha em retrospectiva para toda a sua vida e seus quase 40 anos de reinado e exclama em gratidão: “1O Senhor é o meu pastor e nada me faltará. 2Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso, 3refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome. 4Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estas comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam. 5preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo; o meu cálice transborda. 6Bondadee misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do Senhor para todo o sempre.”

Desenvolvimento
“O meu cálice transborda no Senhor”

Olhemos para alguns aspectos do cálice transbordar em nossas vidas à luz do salmo 23.

“O meu cálice transborda no Senhor, por que...”.
I) NADA ME FALTARÁ (v.1)

Um editor da secção religiosa de um jornal ligou para o pastor no sábado e perguntou qual seria o titulo da sua mensagem para o domingo. Ele respondeu: “O Senhor é meu pastor”. O editor perguntou: “Mais alguma coisa?” “É o suficiente”, veio à resposta do pastor. Qual foi a sua surpresa quando recebeu o seu exemplar do jornal e leu o titulo da sua mensagem: “O Senhor é o meu pastor”, é o suficiente”. Com muito prazer aceitou o adendo ao seu titulo e adicionou este ponto à sua mensagem. “Deus é o suficiente”.

Como mordomos de Cristo, às vezes queremos mais para a nossa posse, queremos mais em poder cuidar para Ele, para o nosso Senhor, como já vimos anteriormente, Ele é dono de todas as coisas, inclusive da nossa vida. E a resposta vem: tendo Deus como o seu pastor é o suficiente.

A suficiência do Senhor em nossas vidas deveria contemplar todos os nossos desejos e satisfações. Veja como o apostolo Paulo tinha isso em mente quando escreveu aos crentes de Corinto: “E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo”. (2Co. 12: 9). Vejamos como ele completa o pensamento no verso seguinte: “Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte”. (2Coríntios 12:10). Ele tinha plena satisfação em Cristo Jesus, até mesmo nas suas fraquezas. Ao contrário de nós que recebemos tanto do Senhor e assim mesmo vivemos a nos lamentar, parece que não temos esperança diante das dificuldades e daquilo que foge a nossa capacidade de resolver. Esquecemos ao que Paulo diz aos filipenses: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece”. (Fl. 4: 13)

O nosso cálice deve transbordar quando fizermos esta declaração, pois estamos colocando a nossa única e total dependência em Deus para ser o supridor de todas as coisas que ele nos deseja conceder. E... Não nos faltará nada. Ele, Cristo Jesus vive em nós. “Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gl.2: 20).

II) MINHA ALMA REFRIGERARÁ (v. 3)
Davi estava escrevendo no contexto de alguém que tivesse na batalha, lutando contra as hostes dos inimigos. Sem dúvida as tropas de Davi levaram a pior em algumas ocasiões. Quantas vezes as coisas não saem como queremos? Quantas vezes somos derrotados em alguma situação da vida? Há momentos que estamos na esteira, completamente desanimados e sem muita esperança e necessariamente precisamos de refrigério para a alma.

Depois do calor da guerra era necessário um tempo de descanso e refrigério para o corpo e a alma cansada. Da mesma forma funciona com nossas vidas, estamos vivendo nesta terra uma batalha constante, uma batalha espiritual, uma batalha contra o pecado e quando vencemos, Deus dá o refrigério para a alma daquele cujo cálice transborda. Essa é a diferença quando se tem Cristo no coração, o nosso cálice transborda, transborda de alegria, de paz, de segurança e de conforto. “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. (João 14: 27). Paulo expressa esse sentimento escrevendo aos colosensses: “E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos.” ( Colossenses 3:15). Ainda em 2Co. 1: 5 nos apresenta o pleno consolo em Cristo Jesus: “Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo".

Ainda no verso 3 o salmista expressa:
III) SEMPRE ME GUIARÁ (v. 3)
Como o povo de Israel era bem-aventurado em ter uma coluna de nuvens durante o dia; e uma coluna de fogo à noite para direcionar o seu andar. Se eu estivesse estes, quero pensar que nunca iria tomar a direção errada.

Hoje nós esbarramos em portas fechados, as janelas se cerram e ficamos sem saber em que direção ir. Espere! Deus há de guiar todo aquele que depender inteira e exclusivamente dEle. O problema é que nos parece que o povo de Deus está vivendo como se o Espírito Santo de Deus não habitasse em suas vidas. Não procuram ser guiados por Jesus Cristo e não tem sua iluminação. “Para iluminar aos que estão assentados em trevas e na sombra da morte; A fim de dirigir os nossos pés pelo caminho da paz”. (Lucas 1: 79). “Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo”. (João 1: 9). “Porque tu, SENHOR, és a minha lâmpada; e o SENHOR ilumina as minhas trevas.” (2 Samuel 22: 29). Ser guiado é deixar que o Senhor nos ilumine através do Espirito Santo que já habita em nós. Não carecemos mais das figuras da coluna de fogo e de nuvem para sermos guiados pelo Senhor, ao contrário, Ele mesmo nos conduz em nosso caminhar – a sua Palavra nos dá a direção e os ensinamentos quando estamos em plena comunhão com seu Espírito. Cristo vive em mim, vive em você, vive em todos nós que o permitimos que Ele entrasse em nossa vida.

IV) ME ACOMPANHARÁ (v. 4)
Os problemas sempre estarão por perto. Ninguém é imune de sofrer perseguições, injúrias, abandono e mortes na família. O caráter do crente é conhecido em como aquele que tem Deus a seu lado, se deixa em ser vencido ou se torna vencedor sobre as dificuldades. Podemos está certo que o Senhor continua nos acompanhando, Ele já mais nos abandonará, fica por perto, não sai da presença, Ele nos cerca de todos os lados com a sua proteção. “Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei”. (Josué 1: 5). O Senhor nos acompanha em todos os momentos da nossa vida. Ele estava com Abraão, estava com Jacó, estava com Moisés, estava com Noé, estava com Davi, estava com Daniel, estava com todos os seus filhos, nunca os abandonou e por isso o meu cálice transborda em saber que posso confiar em meu Senhor Jesus! Ele está comigo e está com você, creia nisso, deixe seu cálice transbordar!

Como posso dizer que tenho Deus a meu lado, que Ele me acompanha e na primeira dificuldade, na primeira derrota, procuro fugir? Qual o tamanho da compreensão de Deus na minha vida? Qual a minha fé no Deus que declaro que está comigo? O Senhor lhe acompanha e seu cálice pode transbordar de confiança e alegria!

V) A MESA PREPARARÁ (v. 5)
Era costume na época do rei Davi, de que um viajante, ao chegar a uma tenda de outra pessoa no deserto, seria convidado a entrar e a comer à mesa do anfitrião.

Este viajante poderia ser até um assassino; que perseguido por um segundo viajante, se encontrassem à mesa do mesmo anfitrião.

Dentro da tenda os dois eram convidados e ambos eram protegidos pelo mero fato de estarem em território de outrem.

Assim é na casa de Deus. Ele prepara uma mesa, prepara a janta para nós, prepara nosso alimento, e enquanto estivermos na sua presença o nosso inimigo não pode fazer absolutamente nada a nós; somos protegidos por Deus.

O inimigo pode ficar frente a frente com você, se estiver na presença de Deus, ele não lhe fará coisa alguma. Você está sob a proteção do seu anfitrião, a mesa está preparada e você é o convidado a se alimentar, nada pode lhe acontecer enquanto você estiver sob a proteção de Deus. Você resiste ao inimigo continuando na presença de Deus, aceitando o convite para se alimentar em sua mesa. Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. (Tiago 4: 7). Pedro ainda nos diz: Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo. E o Deus de toda a graça, que em Cristo Jesus vos chamou à sua eterna glória, depois de haverdes padecido um pouco, ele mesmo vos aperfeiçoará, confirmará, fortificará e fortalecerá. (1Pe. 5: 7 – 10)

VI) MINHA CABEÇA UNGIRÁ (v. 5)
O anfitrião, Deus, continua a derramar ricas bênçãos sobre o seu convidado. Este quer fazer de tudo para agradar o seu convidado. Deus deseja nos abençoar ricamente se o permitirmos. Ele tem bênçãos sem medidas a nos dar; se ficarmos na sua presença, se continuarmos com Ele.

No Antigo Testamento a palavra "Ungido" (consagrado, libertador) aplicava-se a várias pessoas: os reis de Israel, os juízes, bem como o Sumo Sacerdote, algo próximo ao termo Messias - alguém de quem o Espírito de Deus se apoderava, fazendo com que o eleito realizasse maravilhas, e demostrasse ao povo que sua autoridade sobre o povo de Israel procedia de Deus. Os próprios patriarcas eram considerados "Ungidos", no sentido mais amplo da palavra. Não só estamos protegidos, mas Deus nos dá agora poder, somos ungidos e assim estamos aptos para realizar a sua vontade.

Conclusão
COMIGO HABITARÁ (v. 6) (Habitarei na casa do Senhor)

Essa é nossa esperança: habitar com o Senhor Jesus na glória. Jesus cristo antes de deixar os seus discípulos afirmou a eles que iria embora; mas que eles não ficassem aflitos.
“Não se turbe o vosso coração! Crede em Deus, credes também em mim. Na casa de meu pai há muitas moradas; se não fosse assim em vo-lo teria dito. Vou preparar-vos luar... para que onde eu esteja estejais vós também”. (João 14:1,2,3b).
Vamos ouvir do Senhor: Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo... (Mt. 25: 34)

Temos a promessa dEle que virá nos levar para a sua presença, eu, você, todos nós. É crer nesta certeza e transbordar o cálice da sua vida.

Se o seu cálice transborda com a alegria de saber que:
1) Nada me faltará;
2) Minha alma refrigerará;
3) Sempre me guiará;
4) Me acompanhará;
5) A mesa preparará;
6) Minha cabeça ungirá e
7) Comigo Habitará...

Então glorifique à vosso Deus que está nos céus.

Amém!
Pr. Carvalho.


Navegue pelos artigos
Mordomia da Vida Proximo documento
Total de votos: 0
Media: 0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.