Pesquisar

Ministérios

Login

Usuário:

Senha:


Esqueceu a senha?

Internauta, siga-nos!

Faça um postSiga-nos no TwitterSiga-nos no Twitter

Usuarios on-line

9 visitantes online (1 na seção: Artigos)

Usuários: 0
Visitantes: 9

mais...
Artigos
Estudos (10 artigos)
Não temer, pois a unção de Deus é quem nos respalda.

Não temas o pavor repentino, nem a investida dos perversos quando vier.
Porque o SENHOR será a tua esperança; guardará os teus pés de serem capturados. Provérbios 3:25,26
(840 leituras)
Consumo de Pornografia: Sintoma Sério de não Salvação
(1137 leituras)
Vinde a mim
MATEUS 11.25-30. Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos
aliviarei. (Mt 11.28.)
(888 leituras)
Ser Líder é ter atitudes de reputação ilibada segundo o coração do Eterno
Conduzir um grupo de pessoas, transformando-o numa equipe que gera resultados. É a habilidade de motivar e influenciar os liderados, de forma ética e positiva, para que contribuam voluntariamente e com entusiasmo para alcançarem os objetivos da equipe e da organização. Assim, o líder diferencia-se do chefe, que é aquela pessoa ...
(1268 leituras)
Uma instrução para conquistar o Sucesso.
Uma parte da história da vida do Rei Ezequias é valida para que venhamos analisar e tirar proveito em nossos dias. Algumas características de sucesso dos homens que serviram a Deus devem está ratificado como exemplos ideais de Vida. Poderia analisar profundamente a vida do Rei Ezequias, mas quero concentrar-me em período de grande sucesso em um cenário de dificuldade. Esse rei de Judá dos antepassados, apesar de governar ainda jovem com vinte e cinco anos, fez um excelente governo, logo não andou por maus caminhos a exemplo do seu pai Acaz e sim, pelos caminhos de Davi. A palavra de Deus diz: "E fez o que era reto aos olhos do Senhor, conforme tudo quanto fizera Davi, seu pai" (2Cr 29.2). O seu reinado passou para história como um dos mais competentes.
(1073 leituras)
A Sexualidade saudável à luz da Biblia
Para a maioria dos estudiosos cristãos, o sexo tem sido a pior tentação em nossa cultura.

Isso ocorre porque vivemos em uma sociedade que valoriza a sensualidade, defende a prostituição como um meio de vida, não como pecado, e que não se submete aos ensinos éticos do cristianismo quanto ao comportamento na área da sexualidade.

Outra questão a ser considerada é que a igreja tem evitado falar e ensinar claramente sobre esse assunto, deixando as pessoas sem a perspectiva correta sobre as questões da sexualidade.
Fazendo isso, abre-se espaço para que a cultura secular defina quais são os padrões de certo e errado, que na maioria das vezes, contraria os ensinos da revelação contida nas Escrituras Sagradas.

A omissão da igreja permite que a pessoa, sem uma orientação clara sobre o assunto, construa as suas próprias idéias que, na maioria das vezes, serão extraídas da cultura a qual está inserida, distante de Deus e de sua Palavra, criando mitos e tabus.
O que se tem percebido é que tudo isso tem trazido sérias conseqüências e males para as famílias, e diversos problemas conjugais.
(4275 leituras)
Voe mais alto!
(833 leituras)
Os Principios Batistas
A fonte suprema da autoridade cristã é o Senhor Jesus Cristo. Sua soberania emana de eterna divindade e poder - como o unigênito Filho do Deus Supremo - de sua redenção vicária e ressurreição vitoriosa. Sua autoridade é a expressão de amor justo, sabedoria infinita e santidade divina, e se aplica à totalidade da vida. Dela procedem à integridade do propósito cristão, o poder da dedicação cristã, a motivação da lealdade cristã...
(627 leituras)
Tradução ou Transliteração?
Nomes próprios não se traduz?
Mas eles questionam essa "tradução", argumentando que nomes não se devem traduzir, mas sim transliterar.
Lembrando que tradução é simplesmente a transposição de uma composição literária de uma língua para outra. Já a transliteração é a versão das letras de um texto em certa língua para as letras correspondentes de outra língua, isto é, fazer corresponder letras que tenham o mesmo som.
Este procedimento é interessante e correto, e por vezes é utilizado nas traduções da Bíblia.
Mas mesmo este argumento pode ser questionado. Por exemplo, não deveríamos chamar Deus de Deus, e sim de Yhvh...
(5719 leituras)
A Crucificação de Cristo
a partir de um ponto de vista médico

de C. Truman Davis

Lendo o livro de Jim Bishop “O Dia Que Cristo Morreu”, eu percebi que durante vários anos eu tinha tornado a crucificação de Jesus mais ou menos sem valor, que havia crescido calos em meu coração sobre este horror, por tratar seus detalhes de forma tão familiar - e pela amizade distante que eu tinha com nosso Senhor. Eu finalmente havia percebido que, mesmo como médico, eu não entendia a verdadeira causa da morte de Jesus. Os escritores do evangelho não nos ajudam muito com este ponto, porque a crucificação era tão comum naquele tempo que, aparentemente, acharam que uma descrição detalhada seria desnecessária. Por isso só temos as palavras concisas dos evangelistas “Então, Pilatos, após mandar açoitar a Jesus, entregou-o para ser crucificado.”
Eu não tenho nenhuma competência para discutir o infinito sofrimento psíquico e espiritual do Deus Encarnado que paga pelos pecados do homem caído...
(723 leituras)