Pesquisar

Ministérios

Login

Usuário:

Senha:


Esqueceu a senha?

Internauta, siga-nos!

Faça um postSiga-nos no TwitterSiga-nos no Twitter

Usuarios on-line

7 visitantes online (1 na seção: Artigos)

Usuários: 0
Visitantes: 7

mais...
APENAS PARA LEMBRAR
  Enviado em 24 Jun 2010 por adelman (786 leituras)


A Bíblia é muito clara quando fala sobre os deveres dos membros de uma família.

Diz que ao marido compete liderar com amor (Ef. 5.25; I Co. 11.3), à mulher coordenar o lar respeitando a liderança do marido (Ef. 5.22; Cl. 3.18) e aos filhos honrar e obedecer irrestritamente seus pais. (Dt. 5.16; Cl. 3.20; Ef. 6.1,2). Mas, o sucesso no desempenho desses papéis depende de uma sujeição mútua e no temor do Senhor. (Ef. 5.21) "Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus".

As prioridades e atitudes dos membros de um lar devem convergir sempre para obediência e glorificação a Deus (Cl. 3.23). "E, tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo coração, como ao Senhor, e não aos homens" (I Co. 10.31); "Portanto,... fazei tudo para glória de Deus".
O testemunho do viver espiritual zeloso e honesto da família cristã, resultado da obediência e comunhão com Deus, não deve ficar restrito à economia da família, mas ser um testemunho vivo que manifeste a glória de Deus diante dos homens (II Co. 8.21). "Pois zelamos o que é honesto, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens".

O viver santo, justo e misericordioso do lar cristão precisa ser refletido no seu relacionamento com os homens (Rm. 12.16,17). "Se unânimes entre vós..." "A ninguém torneis mal por mal..." (I Pedro 3 : 9). " Não tornando mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo; sabendo que para isto fostes chamados, para que por herança alcanceis a bênção" (Rm.12. 18). "Se for possível, quando estiver em vós, tende paz com todos". Deus é o justo Juiz do seu povo, Ele promete recompensar com bênçãos os que lhe obedecem, mas, quanto aos desobedientes diz que não os deixará sem disciplina (Sl. 75.7). "Mas Deus é o juiz; a um abate, e a outro exalta".
Daí, o Senhor Deus, depois de falar sobre os deveres domésticos do pai, da mãe e dos filhos (Cl. 3.18,19 20): "Vós, mulheres, estai sujeitas a vossos próprios maridos". "Vos, maridos, amai a vossas mulheres". "Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais". Como também, deixa bem claro que haverá avaliação e justa recompensa para o proceder de cada um (Cl. 3.23-25). "E, tudo quanto fizerdes, fazei-o de coração, como ao Senhor, e não aos homens"; "Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis". "Mas quem fizer agravo receberá o agravo que fizer; pois não há acepção de pessoas".

Irmão, falando francamente, como tem sido as suas atitudes no âmbito do seu lar? As atitudes e o modo como tens se relacionado com os demais membros da tua família realmente glorificam a Deus? Deus estabeleceu critérios bem claros para o bom convívio no lar (Cl. 3.13): " Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também" .
Agora, concluindo esta breve meditação, reflita sobre Colossenses l3.12-17 e depois ore, peça a capacitação do Espírito Santo para que sejas instrumento que reflita a gloria de Deus para o teu lar e para todos ao teu redor.


Por: Pastor Francisco Chagas


Forte: Click Familia



Colaboração: Adelman Santos








Índice :: Imprimir :: Enviar a um Amigo
 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.