Pesquisar

Ministérios

Login

Usuário:

Senha:


Esqueceu a senha?

Internauta, siga-nos!

Faça um postSiga-nos no TwitterSiga-nos no Twitter

Usuarios on-line

10 visitantes online (1 na seção: Artigos)

Usuários: 0
Visitantes: 10

mais...
[b]UM ANO NOVO EM FAMÍLIA[/b]
  Enviado em 18 Dec 2011 por adelman (674 leituras)
UM ANO NOVO EM FAMÍLIA

Por: Pr. José Mauro Moura Antunes

Os últimos dias de um ano é o período apropriado para a realização de retrospectivas e balanços, a fim de planejar o ano seguinte. Um estudo feito nos Estados Unidos mostra que a primeira segunda-feira do ano é, para muitos casais, o “Dia D”, ou seja, o dia do divórcio. Separações conjugais se deflagram nos primeiros dias do ano novo, mais do que em qualquer outra época, justamente em função das crises vivenciadas, e não resolvidas, durante o ano que se passou. Voce NÃO precisa fazer parte dessa estatística.

Neste novo ano, dê aos seus filhos e a sua família o segundo melhor presente que poderiam ganhar: um lar unido e cheio de amor. O primeiro deles você já conhece: JESUS. Talvez você até ache que isso é impossível, que as coisas dentro da sua casa já foram longe demais e que não há caminho de volta. Nunca é tarde para viver bem em família. A seguir listo algumas boas sugestões:

1) Mantenha a aliança

Lembre-se da promessa que fez quando se casou, de viverem juntos na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, até que a morte os separe (Nm 30.2; Ml 2.14-16 e Mt 19.6).

2) Ame a sua família

Quando passamos por uma crise, há uma forte tendência de lançar a culpa no outro e isso gera conflitos ainda maiores. Zele pela paz no lar, pelo bem estar e cuide do outro como se fosse você. Lembre-se que os bens materiais e as posses não são importantes, mas a família é (Mt 6.19-21;Ef 5.25; 6.2).

3) Resgate as boas lembranças do passado

Sente-se com seu conjugue, filhos, pais ou irmãos para assistirem a um vídeo da família. Talvez, folhear o álbum de fotos de um passeio, celebração ou do próprio casamento. Lembre-se das coisas boas que fizeram, das conquistas, dos sonhos alcançados, em vez de se deter nas dificuldades (Lm 3.21).

4) Elimine o egoísmo

A palavra "eu" pode ser um dos principais males da família. Muitos casamentos fracassam por causa do egoísmo. Quando o "eu" se torna mais importante do que o “nós”, a relação fica doente. Neste novo ano, você pode mudar isso ao optar por dar ao seu relacionamento em vez de pensar no que pode receber a partir dele (At 20.35 e Ef 5.29-33).

5) Mulher, sujeite-se a seu marido. Marido, ame a sua mulher

Os maridos precisam ser respeitados e honrados. Essa atitude não deprecia nem diminui em nada a mulher. Muito pelo contrário, a valoriza ainda mais (Ef 5.22-23 e I Pe 3.1-4).
As mulheres precisam se sentir amadas e protegidas. Homens que amam suas mulheres são mais abençoados e felizes (Ef 5.25, 28 e I Pe 3.7).

6) Filho, obedeça a seus pais

Este é um conselho simples e prático, mas que ultimamente não tem sido muito respeitado. Infelizmente, a desobediência e a rebeldia se instalaram em muitas casas sem previsão de saída (Ef 6.1).

7) Passe mais tempo juntos.

Às vezes faz bem sair de casa por um tempo para uma atividade de lazer. Problemas se resolvem em um ambiente de calma e parceria. Dialogar não significa ficar preso nos velhos argumentos ou lançar culpas sobre o outro, mas falar sobre suas esperanças, seus sonhos para o futuro e como você pode melhorar o seu ambiente familiar (II Co 4.18).

8) Invista no seu casamento

É fácil cair na armadilha de acreditar que a vida será mais fácil, ou melhor, sem o seu cônjuge, que todas as suas preocupações vão desaparecer e que o divórcio é mais fácil do que trabalhar pela união. O divórcio tem um preço enorme – a dor. Investir em um casamento não é fácil, mas os resultados valem a pena. Faça um esforço, perdoe e mantenha o seu lar (Gl 6.9-10).

9) Aprecie o outro

A apreciação, por vezes ausente em muitos lares, é uma excelente ferramenta para a felicidade familiar. Tome tempo para elogiar e dizer “muito obrigado”, não só para os presentes recebidos, mas para as simples coisas do dia-a-dia (Pv. 31.10-31).

10) Semeie coisas boas em sua família

Nós semeamos através das nossas palavras e ações. É hora de semear sementes boas e esperar uma colheita melhor ainda. Em vez de semear a rejeição, semeie aceitação. Em vez de semear o rancor, gratidão. Em vez de semear o egoísmo, amor (Gl 6.7-9).
Este tempo pode ser muito significativo para você. Ofereça o presente que vai fazer toda a diferença, um ano novo em família. A partir desses simples conselhos, Cristo terá a liberdade para estar no centro da sua família e você terá a força para fazer as mudanças necessárias para se tornar casado para sempre e ser exemplo para os seus filhos e para esta geração.





Fonte: Click Família










Colaboração:
Adelman Santos
Marketing Igreja Batista em Redonda
marketing@ibredonda.com.br








Índice :: Imprimir :: Enviar a um Amigo
 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.